Quinta-feira, 7 de Abril de 2011

O rating da Beja Capital

Depois de alguns fornecedores locais terem cortado o crédito à Câmara Municipal de Beja, é agora a vez dos bancos cortarem o rating à Beja Capital.

 

Porque é que não recorrem ao FMI?

 

publicado por bejahoje às 00:17
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 7 de Abril de 2011 às 17:11
Porque vão todos trabalhar para as hortas que a Câmara vai criar um dia se calhar e daí sempre tiram uns trocos. Não podem, agora me lembrei que quem lá semear umas alfaces tem que as comer porque não pode vende-las.
De Anónimo a 7 de Abril de 2011 às 21:28
O dinheiro deveria de ser emprestado, porque o executivo tem que repor o dinheiro nos cartões de crédito e pagar pópó do sr presidente.
De Anónimo a 8 de Abril de 2011 às 09:17
Já vi que antes andavam todos a pé e não gastavam 1 gota de gasoleo, ou não, pq lá para o parque de materiais, bebiam gasoleo em vez de agua.
De Zeca Diabo a 7 de Abril de 2011 às 22:16
Ouvi dizer umas coisas:
- Que a prima da veredaora vai para chefe de divisão;
- Que o filho do Presidente da Junta de Quintos(PS) vai também para chefe de divisão;
- Que um amigo do Pulido também vai para chefe divisão;
Será verdade???
De O Tanas a 8 de Abril de 2011 às 00:32
Oh Zeca, isso é que é um fartar vilanagem.
A prima da Vereadora qualquer dia está no executivo, de degrau em degrau depois de chefe de divisão resta-lhe apenas a Vereação.
O mais grave, é que os invertebrados que constituem o juri dos concursos dessa gentalha (primas e afins), são tal como cães que obedecem à ordem do dono, e sem contrapor nada, fazem tudo de acordo com o que o executivo lhes ordena. Estupidez será não admitir que estas coisas não se passavam nestes moldes no passado, ao contrário do que muita gente quer fazer parecer. A prova disso é que na CMB existia nos mandatos presididos pela CDU, gente de todos os quadrantes políticos, desde o cantoneiro de limpeza, ao chefe de divisão. Agora, um dos requisitos dos concursos, é ser amigo/familiar de alguém do executivo, ou simplesmente ter cartão do PS.

E Beja Capital, nem vê-la. A cidade está a definhar de dia para dia, as empresas vão à falência, o desemprego aumenta, enfim os projectos megalómanos de desenvolvimento de Beja, do tio Pulido e sus muchachos, não passam de palavras ao vento que há muito voaram e que hoje não passam de meras lembranças ou sonhos.

Cumprimentos a todos
De Carlos T a 8 de Abril de 2011 às 13:04
Na reportagem de 6 de Abril no canal 1 referem que o comércio e indústria em Beja estão no limite da sobrevivência. Numa atitude infantil e arrogante o vereador Miguel Góis acusa a jornalista de péssimo trabalho e conta, nas páginas do seu Facebook , que “já enviou uma cartinha” á RTP e á jornalista. Os bejenses têm direito á verdade e deviam exigir ao executivo medidas concretas para salvaguardar os empregos que ainda existe. Não precisamos de festas, feiras, ou projectos para manter as aparências precisamos de empregos.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Na reportagem de 6 de Abril no canal 1 referem que o comércio e indústria em Beja estão no limite da sobrevivência. Numa atitude infantil e arrogante o vereador Miguel Góis acusa a jornalista de péssimo trabalho e conta, nas páginas do seu Facebook , que “já enviou uma cartinha” á RTP e á jornalista. Os bejenses têm direito á verdade e deviam exigir ao executivo medidas concretas para salvaguardar os empregos que ainda existe. Não precisamos de festas, feiras, ou projectos para manter as aparências precisamos de empregos. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>http</A> :/ www.youtube.com /watch?v=4edZs_--AD4&amp;feature=share <BR><BR><BR>
De Ollho Vivo a 8 de Abril de 2011 às 17:02
Já vi esse filme em Mértola. Quando o Pulido chegou á Câmara, ele era mais progresso, ela era mais desenvolvimento, ele era mais emprego, etc, etc, etc,...passados 4 ou 5 anos, e sobretudo depois de todos os amigos terem ido para a Cãmara (através de uns pseudo-concursos em que o júri era composto exclusivamente por "cheira - cús), eis que começam estabelecimentos comerciais a fechar, empresas a abandonar o concelho, etc. A meio do segundo mandato o Pulido foge para a Câmara de Beja (via EDIA) e deixa a batata quente da Câmara a meia dúzia de gaiatos que apenas querem comprar carros novos e passear.
É apenas o PS na sua genuína matriz governativa.
Olho Vivo

Comentar post

»Contacto

bejahoje@sapo.pt

»mais sobre mim


» ver perfil

» seguir perfil

. 3 seguidores

»pesquisar

»Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

»posts recentes

» Regresso para breve, ou t...

» A Piscina de Beja

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Enxurrada em Beja...

» Beja Capital das contas c...

» Porque o dia 5 de Junho e...

»arquivos

» Agosto 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

blogs SAPO

»subscrever feeds