Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010

O Concurso da Prima

Não sei se vale a pena, tendo em conta o que disse a Vereadora, mas pelo sim pelo não aqui fica o anúncio do concurso que alguns dizem ser “feito por medida”.

 

E porque a urgência é muita, o método de selecção é a análise curricular e a entrevista, que isto de fazer provas de selecção escritas pode ser muito complicado. Percebem, não percebem?

publicado por bejahoje às 00:05
link do post | comentar | favorito
16 comentários:
De O Rim tim tim a 5 de Novembro de 2010 às 17:20
Depois estes SEM VERGONHA ainda teêm a lata de dizer que os COMUNISTAS, arranjavam os tachos para os camaradas, assim se vê a seriedade destes sem vergonha para não lhe chamar outra coisa. resta ver a competência da dita prima, que ao que parece também não é assim tanta. Vota o povo da minha cidade, para a mudança, nestes incompetentes e outras coisa que não posso chamar.
De O Azia a 5 de Novembro de 2010 às 21:39
Dizem que é de tal forma competente que tem de lhe mudar o programa de gestão porque não percebe nada do que actualmente a câmara de Beja tem e assim compram um como o de Mertola. Haja dinheiro que qualquer dia esta merda toda vai à pra bancarrota. E é de aproveitar agora os pópós do municipio com que alguns funcionários andam pra ir almoçar a casa.
De Patientia a 5 de Novembro de 2010 às 21:55
É curiosa uma das restrições que o Executivo da Câmara Municipal de Beja colocou para, não só proporcionar que o concurso fosse à medida do técnico em causa, como de uma forma desabrida discrimina os profissionais de gestão e contabilidade ao colocar como requisito a ser observado para que alguém se candidate a seguinte alínea: "5.3 — Ser titular de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado previamente estabelecida (...)". A discriminação no seu expoente máximo. É caso para perguntar ... e se estes senhores não fossem democratas, como se auto-intitulam? O que poderiam fazer?
De Anónimo a 6 de Novembro de 2010 às 17:53
Repare em TODOS os concursos públicos que abrem... todos,repito TODOS (Consulte o DRem caso de dúvida) têm essa alinea, chama-se mobilidade, conhece?
De Patientia a 6 de Novembro de 2010 às 23:25
Não espere pela pancada e terá oportunidade em breve de ter exactamente um concurso público que não tem essa clausula. E para que saiba, leio o DR com assiduidade e sei do que estou a falar... há concursos e concursos, o que está em causa poderia ser enformado de outro clausulado, assim fosse o objectivo e a vontade de quem o lançou.
De Anónimo a 5 de Novembro de 2010 às 23:25
Vamos olhar para os últimos 36 anos?
Quer fazer um exercício de memória dos camaradas que entraram para o serviço público por concursos muito mais obscuros quando não havia mobilidade?
Neste caso concreto que fala tenha mas é juízo e olhe para o que os seus fazem actualmente (CM Serpa, CM Moura, CM Alvito, que se cagam para a mobilidade dando mais importância, ainda mais do que neste caso parece ser dada, a laços familiares e filiação parental e partidária) e cale-se bem caladinho, ou então fale bem alto, mas fale de todos não seja o cobardolas faccioso a que nos tem habituado.
De Anónimo a 6 de Novembro de 2010 às 16:54
Não vale a pena perder tempo a tentar explicar-lhes o que quer que seja porque são mesmo BURROS. Este bloguezito há-de acabar por morrer do seu próprio veneno.

Até se podia falar da filha do João Rocha, da filha do Lopes, do filho do Machado, do Lopes, do Carreira, do Godinho, do Fernando etc. etc. mas ... nem vale a pena perder tempo; a verdade é como o azeite ... vem sempre ao de cima ... Aguardemos

De Patientia a 7 de Novembro de 2010 às 00:06
Apesar de ser burro, tenho boa memória, e sobre este assunto há uma referência célebre do seu correligionário Guterres, que é uma pessoa de princípios, coisa rara no seu partido, sobre os tachos e empregos "for the boys ", tendo sido provavelmente por não resistir às pressões que zarpou. Portanto meu caro, são do PS e do PSD os grandes tachitas deste país que não só se servem do Estado como se promiscuam com as direcções e gerências de empresas privadas, numa dança de favoritismos e compadrios em que a música são tangos e baladas de corrupção e os músicos e maestros são os ricos e poderosos deste país, todos animados em orgias monumentais em que os Free Portes, as faces ocultas, os BPN e as sucateiras são apenas meros retratos instantâneos que escapam cá para fora. Assim vai a fanfarra do poder neste histórico País que tem um dos povos mais ludibriados do mundo.
De Anónimo a 6 de Novembro de 2010 às 18:07
Em Serpa Moura e Alvito, não se abre concursos específicos a dizer claramente que é para a prima ou outro familiar, isto nunca se passou em Beja, foi pena, se assim fosse, a câmara não estaria com agora cheia de Bufos , Lambe botas e oportunistas.
De Anónimo a 7 de Novembro de 2010 às 11:37
"Pior cego é aquele que não quer ver"
De Patientia a 6 de Novembro de 2010 às 23:41
Se está assim tão convicto do que diz, achando que sou cobardolas ou faccioso, aliás em termos de adjectivação não vejo qualquer relação com o assunto, desafio-o a enumerar quantos dirigentes técnicos (directores de departamento ou chefes de divisão) do actual ou anteriores executivos da CDU na Câmara de Beja eram ou são do PCP. Felizmente a CDU nisso marca a diferença, trabalha sem discriminação com todos os técnicos, respeitando os direitos dos trabalhadores, e não lança suspeições ou desconfianças de sabotagem e outras insinuações bem a apanágio dos políticos burgueses, classicistas e preconceituosos do PS, cujas atitudes são, na prática, antidemocráticas, abjectas e deploráveis.
De Anónimo a 6 de Novembro de 2010 às 15:14
Porque será que neste concurso não há prova escrita de conhecimentos e no de técnico de informática que hoje saíu no Diário de Notícias já é preciso? É mesmo por causa da urgência em preencher o lugar da prima? E no outro não existe essa urgência? Vejam o site da Câmara e tirem as conclusões.
Quem souber que responda.
De xxxxxxx a 9 de Novembro de 2010 às 00:47
E porque será que o que houve a semana passada para Chefe de Divisão de Bibliotecas e Museus, para a doutora Paula Santos, também não houve prova escrita, porque será?
De Joana a 6 de Novembro de 2010 às 19:13
Eu fiz um comentário que ao que me parece não tem nenhuma palavra "ordinária" porque é que não foi publicado? será que tenho que comnetar este post atraves do praça ou outro blog lido pelas mesmas pessoas que este. Assim não vale, todos os comentários devem ser colocados, só vocês é que tem direito à critica???? Ai, ai
De carlos a 8 de Novembro de 2010 às 22:48
vão uns e veêm outros e continuam todos a fazer o mesmo, tantos funcionários k estão mal aproveitados mas como não têm padrinhos, todos deviam ter oportunidades e só depois se recorriam a terceiros azar, e isto ia mudar??? temos pena...
De antonio a 9 de Novembro de 2010 às 20:22
O provérbio diz "quanto mais prima mas se lhe arrima"? Topam?!!!!

Comentar post

»Contacto

bejahoje@sapo.pt

»mais sobre mim

»pesquisar

»Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

»posts recentes

» Regresso para breve, ou t...

» A Piscina de Beja

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Enxurrada em Beja...

» Beja Capital das contas c...

» Porque o dia 5 de Junho e...

»arquivos

» Agosto 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

blogs SAPO

»subscrever feeds