Terça-feira, 13 de Julho de 2010

Venda-se o Baptistinha*

 

Os funcionários da Assembleia Distrital de Beja ainda não receberam o subsídio de férias e outros credores parece que estão também pendurados.

Este órgão assume particular relevo no distrito já que é ele que gere o Museu Regional Rainha D. Leonor, daí que o seu quadro de pessoal ascende a quase trinta pessoas.

A crise e as dificuldades dos municípios, que não cumprem as suas obrigações, não pode ser desculpa para estes atrasos, até porque por esta altura já todos os funcionários e eleitos de todos municípios devem ter recebido o seu subsídio de férias.

Não colhe também esta desculpa corporativa do actual presidente, de apenas ameaçar, revelar os nomes dos municípios faltosos.

Importar saber, quem deve e quanto deve. Importa conhecer as espertezas dos que perante o actual quadro, se propõem pagar a sua contribuição em “géneros” (leia-se projectos) como se os trabalhadores da instituição e os outros encargos pudessem ser pagos com “peças desenhadas”.

Só vejo duas soluções para este caso:

1 – As autarquias cumprem os seus compromissos financeiros com a Assembleia Distrital e esta com os seus trabalhadores.

2 – Realize-se um leilão e venda-se em hasta pública o “Andor em Prata do Baptistinha”  as Alfaias Religiosas do Convento da Conceição, a Colecção de Arqueologia de  Nunes Ribeiro a escudela de Pedro Faria ou a Colecção de Pintura e de Azulejos do Museu.

Vão ver que dá para cumprir todas as obrigações e vai sobrar muito dinheiro.

O leitor escolhia que solução?

  • ·Se algum dos leitores não identificar o valor histórico (e material) das peças referidas aconselha-se uma visita ao Museu Distrital Rainha D. Leonor e peça que lhe expliquem.
publicado por bejahoje às 06:42
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De LUIS a 13 de Julho de 2010 às 10:20
É realmente uma falta de respeito para com os funcionarios. Altamente reprovavel e um sinal menos para o executivo nesta situação!!!
De Anónimo a 13 de Julho de 2010 às 14:28
Na ânsia de culparem a CMB por tudo, nem entendem que o que está em causa é uma outra entidade diferente!!
De A-nónimo a 13 de Julho de 2010 às 16:24
Quem é que culpou a CMB? Tenha calma. As pessoas sabem que a Assembleia Distrital é constituida por várias câmaras e o museu regional não é propriedade do municipio de Beja embora a cidade é que mais beneficia dada a sua localização. Mas convém sempre saber quem é que não paga e não quer contribuir para que possamos manter em funcionamento o NOSSO PATRIMÓNIO. Parece-me que você é que vê perseguição em todo o lado.
De Anónimo a 14 de Julho de 2010 às 00:01
Vamos lá corrigir, não é na ânsia de culpar apenas a Câmara municipal de Beja, mas todas as autarquias geridas pelo PS, grandes devedoras à Assembleia distrital e por isso mesmo a situação financeira desta entidade e de todos os trabalhadores que nela trabalham.
De Anónimo a 13 de Julho de 2010 às 16:52
Não era o JPV que defendia que o Museu devia ser integramente suportado pela Câmara de Beja. do que é que está á espera para avançar com a proposta.
De Teresa Sousa a 13 de Julho de 2010 às 16:58
Eu acho que deviam fazer um leilão, mas uma coisa sem ser com povo, assim tipo Beja Wine Night onde nós que temos capacidade financeira iriamos licitar essas peçinhas para colocar lá no Monte.
De Babicha de Meneses a 13 de Julho de 2010 às 19:16
Bem visto! Que isto já se sabe que estas pecinhas nas mãos do povo é o mesmo que ... deitar pérolas a porcos. O "Baptistinha" ficava mesmo bem lá no Monte no oratório da Mãaaae!O máximo de chique, tá a ver? Sei lá ... E tantos quadros lindérrimos lá no museu que podiam ir lá para a sala do monte? Ou para o palacete da Lapa!!!

De Maria das couves a 13 de Julho de 2010 às 19:04
A 07/07/2009 Jorge Pulido Valente defende que a Câmara Municipal de Beja deve ficar com o Museu Regional Rainha D. Leonor, actualmente tutelado pela Assembleia Distrital de Beja. “A Câmara de Beja tem que assumir aquele Museu como seu. Tem que se encontrar um caminho legal para que isso aconteça”, afirma o candidato do PS à Câmara de Beja. Pulido Valente. Nesse sentido considera necessário criar “condições de funcionamento completamente diferentes” ao Museu para que este tenha outra “dinâmica” e as pessoas tenham uma “motivação” diferente e melhores condições de trabalho. Jorge Pulido Valente quer que o Museu assuma um papel importante ao nível do desenvolvimento cultural e educativo.
PERGUNTO....O QUE FOI FEITO PELO ACTUAL EXECUTIVO? Neste caso a desculpa que não sabiam o que se passava não pega...
De Anti-Esquerdalha a 13 de Julho de 2010 às 19:19
A pergunta que se impõe é: para que serve a Assembleia Distrital de Beja?!

De Anónimo a 13 de Julho de 2010 às 23:05
Bravo anto-esquerdalha! Até que enfim faz um comentário decente, afinal há perspectivas de virmos a ter um comentador sério e à altura. Sem desejar obviamente criticá-lo, a pergunta faz todo o sentido, porque a Assembleia Distrital é uma figura ambígua, mas faz parte do ordenamento institucional regulado por legislação própria.
De j.sequeira a 13 de Julho de 2010 às 23:08
Parabéns ao Snr . Anti-Esquerdalha por ter conseguido ser bem educado ( por quanto tempo?).
O meu comentário de ontem ter-lhe-á feito bem, assim parece.
Contudo, não desvie a atenção para outro campo ( talvez lhe convenha), porque nesta altura só devemos ter uma preocupação, que os trabalhadores recebam o subsídio de férias a que têm direito e que os outros credores recebam os seus créditos.
É apenas uma questão de solidariedade e de bom senso.
Dito isto, dirigindo-me ao autor do conteúdo da notícia, não percebo a razão de ser da 2ª pergunta, que poderia (?), em minha opinião, talvez, ser substituída pela indicação das autarquias faltosas ( quem não deve não teme).
Nesta fase prefiro não entrar noutros detalhes, porque como tudo na vida, é tudo uma questão de tempo.
No entanto, irei estar atento a outros desenvolvimentos, que vão ser interessantes e desmistificadores.
Daí, snr Anti-Esquerdalha , alimentando o seu ego, no que "para que serve", pode também juntar à Assembleia Distrital, o orgão , Governador Civil.
De Anónimo a 14 de Julho de 2010 às 00:03
Coloque a questão a JPV, ele que responda publicamente.

Comentar post

»Contacto

bejahoje@sapo.pt

»mais sobre mim

»pesquisar

»Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

»posts recentes

» Regresso para breve, ou t...

» A Piscina de Beja

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Enxurrada em Beja...

» Beja Capital das contas c...

» Porque o dia 5 de Junho e...

»arquivos

» Agosto 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

blogs SAPO

»subscrever feeds