Domingo, 30 de Maio de 2010

Lutar vale sempre a pena...

publicado por bejahoje às 23:46
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De Raquel a 31 de Maio de 2010 às 00:47
Então, o que mudou?
De Anónimo a 31 de Maio de 2010 às 11:11
Espere para ver quanto tempo mais vai durar este (des)governo....
De Ego sum qui sum a 31 de Maio de 2010 às 19:13
@Raquel:
Mudou o discurso daqueles que diziam que o Povo está conformado e adormecido.
Mudou o discurso do Secretário Geral da UGT que se viu forçado a tirar a máscara da contestação a esta política da treta.
Mudou a vontade de lutar dos que foram à manifestação e daqueles que gostariam de também ter ido...
Mudou a minha convicção de que íamos ter que gramar com o Pinóquio até ao fim do mandato... (Ouviu aquela do Chico Buarque?)
E depois desta manif, muito mais há-de mudar!


De Raquel a 31 de Maio de 2010 às 19:40
Ego Sum ...finalmente uma resposta decente a uma pergunta simples.
Não percebi comentarios provenientes daqueles que defendem a democracia de forma camuflada e que escorraçam a possibilidade de dialogo, usando argumentos ofensivos e sem qualquer cabimento!

É assim que se luta pela justiça? Atacando na defnsiva de forma anónima e em tom de baixaria?

Agora vou embora antes que me comam, pois ainda sou uma criancinha que acredito em utopias!




De david a 1 de Junho de 2010 às 00:44
Raquelita .. Raquelita ... se desconhece as intenções da manif , certamente anda neste mundo de costas.
se me permite um conselho comece a comprar o jornal Avante e vai que se torna uma pessoa diferente...
De Anónimo a 1 de Junho de 2010 às 20:12
Raquel, um Melro com três dias já engole uma ginja ... tens quantos "anuzinhos"?
De A-nónimo a 31 de Maio de 2010 às 08:57
IRONIA: O quê? Tantos? Não não que deve ser mentira dos comunas papa criancinhas ao pequeno-almoço. Devem tê-los contado quando estavam mais separados e ocupavam mais área. Pois é, a verdade é que não foram algumas centenas e nem foram só 300 mil mas sim muitos mais. Já lá diziam os antigos " maior cego é aquele que vê e não quer ver". Oh Raquel se não sabe mais que isso fique calada porque nós os comunas ou pelo menos eu agradeço que não me faça perder o tempo com as suas baboseiras de menina burguesa e mude para o blog do seu amigo H que ao menos ele sabe contestar e rebater ideias e dê-lhe graxa.
De Raquel a 31 de Maio de 2010 às 12:47
A-nónimo: porque se sente ofendido?

Perguntar ofende?
Que depreendeu da minha pergunta?
Está na defesa porquê?
Porque tenho que dar graxa ao H ?

Eu não tenho nada contra comunas, mas os que conheço , não sei quem são...


De Maria a 31 de Maio de 2010 às 18:57
@Raquel, então comenta de forma anónima consoante os blogues? Ai ai ... loirinha!!!
De Raquel a 31 de Maio de 2010 às 19:03
Maria: Anónima eu? onde?
ai,ai
De Camilo a 31 de Maio de 2010 às 22:02
Dou-lhe toda a razão e continue a participar para bem do diálogo e do esclarecimento com base na discussão de ideias Vale a pena achincalhar, mas com sentido de humor, quem não se dá ao respeito pelos comentários que faz. Obviamente que não é o seu caso.
De Ego sum qui sum a 1 de Junho de 2010 às 00:44
Concordo consigo, Camilo! Não tenha receio de dizer o que pensa, Raquel, nem de perguntar o que entenda. Da discussão nasce a luz ... e todos nos iluminamos com esta.
De Camilo a 31 de Maio de 2010 às 22:28
O comentário anterior que fiz dirigia-se à Raquel. Mas este dirige-s a um comentário feito no post anterior que aqui reproduzo "De A-nónimo (a 29 de Maio de 2010 às 19:10) Mais uma manif que correu mal aos comunas. O povo já abriu a pestana e já poucos de deixam ir na conversa dos comunas aburguesados dos pseudo sindicatos da treta." Vejam o conteúdo deste texto, só quem desconhece a história do movimento sindical, particularmente no século XX, é que diz tamanha barbaridade. Relativamente à movimentação de massas populares, por iniciativa de verdadeiros sindicatos (e não de organizações que capitulam e são subservientes do grande patronato), ou de outras organizações políticas com capacidade mobilizadora, tem sido as característica do 25 de Abril e das grandes conquista alcançadas, sem essa componente político-social, já há muito que as condições de vida dos trabalhadores estariam muito piores e quiçá o próprio regime democrático seria hoje mais musculado e com menos liberdades. A liberdade não se dá, conquista-se, as melhores condições de vida não se obtêm por obra e graça dos deuses capitalistas, mas é fruto da luta de quem trabalha. Não é por acaso que o poeta diz: "há sempre alguém que resiste, há sempre alguém que diz não", são estes que contribuem para que "o mundo pule e avance", quer queiram ou não, mas esta é a realidade histórica. A manifestação de sábado tem assim outras consequências políticas, que podem não ser percepcionadas de imediato.
De Anónimo a 1 de Junho de 2010 às 20:21
Subscrevo na integra.
Estas meninas que pensam que tudo cai do céu, e quiçá nem sequer trabalham, não sabem nada da vida, vêm para aqui mandar bitates.

Andaram as ultimas gerações a lutar, passando pelas prisões do antigo regime, exilados, etc, para agora, esta geração de gente frouxa deitar tudo a perder.

Mas não me devo enganar, se a situaçao se mantiver, muitas destas amebas ainda irão entoar palavras de ordem. Deus queira que me engane.

Comentar post

»Contacto

bejahoje@sapo.pt

»mais sobre mim

»pesquisar

»Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

»posts recentes

» Regresso para breve, ou t...

» A Piscina de Beja

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Enxurrada em Beja...

» Beja Capital das contas c...

» Porque o dia 5 de Junho e...

»arquivos

» Agosto 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

blogs SAPO

»subscrever feeds