Sábado, 8 de Maio de 2010

Poesia Popular...

Lá vai o Presidente da Junta

Montado no “seu” carrinho

Leva a criancinha à escola

Traz a mulher de caminho

 

Gasolina não lhe mete

Oficina nem pensar

A Junta é que paga tudo

Está sempre pronto a andar

 

De casa para o hospital

Do hospital para as compras

Santa Maria lhe valha

Se alguém lhe pede contas

 

A carrinha é da Junta

É para servir toda gente

Mas tal Paixão desmedida

Deixa o Povo descontente

 

“Peculato” dizem uns

Outros gritam “mete dó”

Deixe a carrinha da Junta

Passe a andar no seu popó  

publicado por bejahoje às 13:01
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De Anónimo a 9 de Maio de 2010 às 00:48
http://acajadada.blogs.sapo.pt/
De Anónimo a 9 de Maio de 2010 às 12:44
Não sabe que é feio vir aqui deixar links para o seu blog sem pedir autorização?
De Anónimo a 9 de Maio de 2010 às 14:43
???????????????????????????????
De Poeta é o Povo a 9 de Maio de 2010 às 12:46
Meu caro Vitor Paixão
Pare lá com essa treta
Deixe a carrinha prá junta
Passe a andar de bicicleta
De tomix alemtejano a 13 de Maio de 2010 às 00:53
para o presidente Requeijão, que quer ser Paixão tem de entregar a Carrinha da Junta e andar com o carrinho de mão, para acabar os jardins na freguesia dele dos quais se anda gabando, que fez e não fez, vamos ver se fará até ao verão .
De Anónimo a 9 de Maio de 2010 às 13:59
Parabêns, na melhor tradição da sátira popular e burlesca.
Crítica sem ofensa, cheia de humor e vai ver que certamente eficaz
De Camilo a 9 de Maio de 2010 às 16:25
Este senhor presidente
de mando em Santa Maria
forçou votos presente
em eleições para a autarquia

De tanto insistir
levou ciganos a votar
para a Junta presidir
e agora se aproveitar

Não é fazendo obra
que vai ser recordado
mas pelas provas
de um trabalho não começado

Assim é o senhor Presidente
de baptismo Paixão
pronto a afiar o dente
e oportunismo para a ocasião
De Anónimo a 9 de Maio de 2010 às 21:29
A Junta de freguesia de Santa Maria
Apela com presunção
Deixe em casa a mania
Óh sr. Vitor Paixão

Fica-lhe bem a acção
De nos seus carros andar
Deixe a carrinha, óh Paixão
Se não, vai dar que falar.

De Maria a 10 de Maio de 2010 às 00:16
Este poema fez-me rir, está muito bom e encaixa em algumas situações que todos já testemunhámos.
Eu também nasci em Beja.
Maria
De anabuleramos a 10 de Maio de 2010 às 01:59
O grande problema é que as pessoas ocupam os cargos para se servirem e não para servirem contudo, e apesar de ter razão naquilo que escreve, os presidentes de junta são aqueles que menos se servem. De todos os cargos políticos é aquele que mais valorizo, por várias razões.
De Anónimo a 10 de Maio de 2010 às 19:44
Também é aquele que mais valorizo, quando os presidentes o merecem. E decerto que nem todos governam da mesma forma...
De Zé da burra a 13 de Maio de 2010 às 14:37
Antes era o Balito
Que também é Conceição
Com mais ou menos copito
Da carrinha não abdicava não

Desde as almoçaradas no Bairro da Esperança
Até às viagens a Santa Maria da Feira
Tão grande era a sua cagança
Com a "sua" carrinha sempre à beira

Carrinha fiel e amiga
Coisa pública de garante
Carrinha tantas vezes perdida
Na famosa festa do avante

Peculato ou talvez não
Utilização indevida ou em prol do povo
Para os comunistas com certeza que não
Para os outros não era nada de novo
De david a 14 de Maio de 2010 às 00:23
Zé da mula com as suas rimas podemos concluir se alguém fez vocês tudo podem fazer. onde esta a suposta diferença? e pode se concluir que o Sr. presidente faz com a carrinha esta correcto assim sendo?!!! e uma questão de respeito e dignidade pelo povo ninguém esta acima de quem o elege. Mas estes dois valores são desconhecidos dos rapazes da rosa...
De Imparcial a 14 de Maio de 2010 às 09:49
Senhor David, senhor David! Mas será que não percebeu ainda que não há comparação? Enquanto um, no exercicio das suas funções na Junta, efectua desvios para deixar filhos e/ou mulher respectivamente na escola e serviço, ou deixá-los em casa, outro utilizava a dita carrinha para transporte de amigos, familia, percorrendo longas distâncias na mesma para fazer parte de festarolas, almoços, pescarias e inclusivamente ao serviço do PC (festa do avante). Conheço ambos perfeitamente, o Vitor há mais de 20 anos e o Conceição há quase 40 e sei do que estou a falar. Inclusivamente já falei com o Vitor sobre o assunto e ele disse que faz ponto de honra em não invocar ou chamar para a discussão comportamentos, actos ou ditos do anterior executivo, e não quero com isto fazer a sua defesa, mas quem o conhece bem sabe que honestidade e humildade são caracteristicas que o acompanham. Por isso, não trilhem caminhos dos quais se poderão arrepender pois os factos falam por si.

Comentar post

»Contacto

bejahoje@sapo.pt

»mais sobre mim


» ver perfil

» seguir perfil

. 3 seguidores

»pesquisar

»Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

»posts recentes

» Regresso para breve, ou t...

» A Piscina de Beja

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Enxurrada em Beja...

» Beja Capital das contas c...

» Porque o dia 5 de Junho e...

»arquivos

» Agosto 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

blogs SAPO

»subscrever feeds