Terça-feira, 27 de Abril de 2010

Se o ridículo matasse…

Ministério da Cultura desmente risco de ruína parcial ou total na torre de menagem do Castelo de Beja

Direcção Regional de Cultura do Alentejo diz que não identificou situações de "perigo imediato ou de ruína eminente"

 

Muitos habitantes de Beja começaram o dia 8 deste mês em sobressalto, com uma informação preocupante: uma rádio local noticiava que a torre do castelo de Beja estava "em risco de ruir". Os receios de uma derrocada iminente do mais emblemático monumento da cidade levou os mais curiosos até junto da fortaleza medieval, surpreendidos com a informação. De nariz no ar as pessoas procuravam descortinar ao longo dos 43 metros da mais alta torre de menagem da Península Ibérica, uma fenda, um buraco ou uma pedra solta que confirmasse o teor da notícia.

 

Nas declarações que prestou a vários órgãos da comunicação social, o presidente da câmara, Jorge Pulido Valente, relativizou o risco, afirmando que não era a torre de menagem que corria perigo, mas apenas "algumas zonas". O autarca referiu concretamente os varandins e as coberturas de algumas das salas da torre de menagem. E apoiando-se no que disse serem dados do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (Igespar) sublinhou estar-se perante uma situação "bastante complicada e que vai requerer uma intervenção dispendiosa". Pulido Valente disse-se convicto de que "o castelo não tem tido as intervenções de manutenção obrigatórias", acusando o executivo autárquico anterior de "não ter dado a atenção devida" ao monumento.

 

O vereador Miguel Ramalho, que integrou o executivo anterior (CDU) e está agora na oposição, refutou a acusação, classificando-a de "delírio". Mesmo assim, afirmou, o anterior executivo investiu em 2008 cerca de 250 mil euros na recuperação da antiga residência do governador, situada no recinto do castelo, e apresentou uma candidatura ao Quadro de Referência Estratégica Nacional para recuperar as muralhas.

 

Esta semana, a Direcção Regional da Cultura (DRC) do Alentejo disse ao PÚBLICO que a torre de menagem apresenta "algumas patologias visíveis, essencialmente devido a falta de manutenção da estrutura e dos seus sistemas construtivos" afectados pela "grande pluviosidade que se fez sentir no passado Inverno" e que conduziu ao "encharcamento de alvenarias e obstrução dos sistemas de drenagem pluvial".

 

A DRC acrescentou que uma inspecção feita ao local, em 20 de Fevereiro, "embora sem utilização de qualquer instrumentação de pesquisa ou sondagem não identificou, aparentemente, situações de perigo imediato ou de ruína iminente". O que aconteceu foi que "caiu uma pedra no balcão dos matacães", explicou a directora regional, Aurora Carapinha.

 

Neste momento, disse, está a ser feita uma avaliação preliminar e só depois é que "poderão ser programadas as intervenções que se vierem a considerar necessárias".

publicado por bejahoje às 07:02
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Anónimo a 27 de Abril de 2010 às 09:02
Verdadeiramente ridiculo, é o vale tudo sem olhar a meios
De Anónimo a 27 de Abril de 2010 às 09:44
Então agora será que é o anterior executivo o culpado, do castelo não apresentar perigo imediato ou de ruína eminente? Só pode!!!!
De António Mestre a 27 de Abril de 2010 às 12:40
Para os Municipios atentos , sabem bem aos ridículos que o Pulido se tem prestado para tapar a incompetência deste Executivo, e claro que a culpa é do anterior executivo! assim como as comemorações do dia da Liberdade tão proclamada pelo Pulido no dia das Eleições, não se realizou por Culpa do Anterior Executivo, deixou a Câmara falida só com dinheiro para os cartões de crédito e para as duas viagens já efectuadas ao Estrangeiro em apenas 6 meses . Mas também temos de dizer que ontem na assembleia municipal foi apresentado a proposta de revisão do orçamento e que a bota não batia com a perdigota ,ou seja a receita não batia certo com a despesa ,abriviando o documento estava mal feito: escusado será dizer que a culpa é do anterior porque, com tantos secretários e acessores o Pulido acabou por fazer má figura. E a culpa é do anterior executivo porque deixou a Câmara falida para tudo ,mas acautulou os vencimentos dos incompetentes , das viagens e dos cartões, etc, etc
De Anónimo a 27 de Abril de 2010 às 18:48
Xiiii tanto erro LOL
De Caninamente Fiel a 27 de Abril de 2010 às 22:00
Bela tentativa de distracção amigo, cagativo os erros ortográficos, o importante é que a informação cá ficou e perante estes factos não há argumentos, então essa dos erros é uma bela cagada, reflexo do tipo de pessoa que faz este tipo de comentário perante a informação prestada aos municipes que estão longe dela e de outra forma não teriam conhecimento. Nós estamos cá e não há tréguas para incompetentes e trastes que mais não são que isso mesmo. E agora chame-me de cobarde porque não dou o nome verdadeiro.
De Tomem Rennie qué bom prá azia a 27 de Abril de 2010 às 23:13
Vocês já não mandam nada comunas cabrões de merda. O povo já os despachou. aceitem isso.
De Anónimo a 27 de Abril de 2010 às 23:37
O seu nivel está bem presente neste comentário
De bom a 1 de Maio de 2010 às 00:09

Boa amigo, junte-se aos bons e será um deles, é de gente como o Sr. que a Câmara precisa, imcompetentes, mal formados, arrogantes, e bem dispostos, continue.....
De António a 27 de Abril de 2010 às 17:12
Se o ridículo matasse.... a sede na rua da Ancha estava às moscas e você já tinha batido a bota de certeza.
De Anónimo a 27 de Abril de 2010 às 19:11

@António
Não é por muito desejar a morte a alguém que ela acontece.
Que tal um pouco de sais de frutos?
De António a 28 de Abril de 2010 às 00:51
Repare que pelo titulo do post quem deseja a morte a 3ºs é o/s autor/es deste blog.
E este não é o primeiro post* onde o/s dito/s desejam a morte a outrem.

*e muito provavelmente comentários noutros locais
De José Silva a 27 de Abril de 2010 às 20:27
Um castelo supervisionado pela Direcção Regional da Cultura e que ameaça ruir devido à postura desleixada e irresponsável do anterior Executivo camarário, porque fez obras de qualificação na alcáçova e na praça de armas do mesmo castelo e instalou ali o posto de turismo para melhor recepcionar os turistas e informar os visitantes. A ausência de eventos por parte da Câmara com conotação directa com o 25 de Abril, e a provocação velada de uns quantos extremistas sectários Pêésses a distribuírem cravos em comemorações de recintos públicos fechados onde a população assistia a iniciativas comemorativas despartidarizadas , porque a democracia finalmente chegou a Beja. Estes alguns apontamentos noticiosos de que me regozijo por ouvi-los na Rádio Pax, através de uma eloquente, imparcial e objectiva informação. Assim, apelo para que utilizem aquele espaço radiofónico para se informarem, de uma forma séria e imparcial, pois esta estação tem uma postura de qualidade, não tendenciosa e despreconceituosa em relação a muitos "ismos" que existem na sociedade portuguesa e que devem, aliás, ser reprimidos em defesa da nação e da democracia que esta rádio defende. Bem hajam estes profissionais exemplares e este colectivo de obreiros democráticos que sem eles a democracia em Beja existiria ??? ... mas seguramente não seria a mesma coisa.
De António a 28 de Abril de 2010 às 00:52
O sarcasmos fica-vos tão bem, pena coalhar em hipocrisia.

Comentar post

»Contacto

bejahoje@sapo.pt

»mais sobre mim

»pesquisar

»Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

»posts recentes

» Regresso para breve, ou t...

» A Piscina de Beja

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Enxurrada em Beja...

» Beja Capital das contas c...

» Porque o dia 5 de Junho e...

»arquivos

» Agosto 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

blogs SAPO

»subscrever feeds