Domingo, 21 de Fevereiro de 2010

Beja (menos) Capital

A Associação Zootrópio anunciou oficialmente o cancelamento da sétima edição do Animatu, previsto para Outubro de 2010, devido à falta de apoios oficiais.

 
 O Animatu – Festival Internacional de Cinema de Animação Digital, realizado desde 2004, na cidade de Beja, procurava descentralizar os eventos culturais e trazer para uma cidade do interior sul, capital de distrito, um festival de cinema, e com ele o que de melhor se produz no Cinema de Animação Digital, quer a nível nacional, quer internacional.
 
Até quando é que vamos continuar a perder  eventos?
publicado por bejahoje às 11:53
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De marcio a 21 de Fevereiro de 2010 às 13:18
Este que foi um tema tão badalado em alguns blogs!!

A Cultura em Beja.... no tempo da CDU

"São recorrentes as vozes que se queixam da actividade cultural na cidade de Beja. Amiude também a minha voz fez essas com coro, deixando escapar lamentos sobre a qualidade e a diversidade da oferta, insinuando falhas na divulgação dos eventos".

In: http://ireflexoes.blogspot.com/2008/06/oferta-cultural-bejense.html

Não poderia estar de mais acordo com o autor do viagra e prozac após saber hoje que a edição de 2010 do Animatu – Festival Internacional de Cinema de Animação Digital - que se realiza em Beja, desde 2004, não se vai realizar devido à falta de apoios oficiais, anunciou a Organização.

O Animatu é um festival de Cinema de Animação dedicado às artes digitais.
Contemplava uma competição de Curtas-metragens, com categorias abertas apenas a escolas portuguesas, Formações, Conversas, entre outras actividades, tudo isto num ambiente acolhedor.
As excelentes infra-estruturas do Pax Julia e a proximidade dos vários locais - estadias, formações, etc , eram algumas das vantagens para os visitantes.

Este festival trazia á nossa cidade jovens estudantes em animação digital, pessoas singulares amantes deste tipo de cinema, envolvia as escolas da nossa cidade, o IPB, e um sem número de voluntários. Dinamizava o centro histórico, favorecia e dinamizava a economia social da nossa cidade.
Acima de tudo era uma iniciativa organizada por uma estrutura associativa de seu nome Zootrópio, dirigida pelo Marco Taylor que com muito esforço lá ia procurando trazer até ao nosso Alentejo o único festival de cinema digital e um dos poucos do pais.

É sabido que o movimento associativo popular é a estrutura emergente de dinamização cultural, recreativa, desportiva e artistica de qualquer sociedade.

As componentes do Movimento Associativo Popular praticam activamente a democracia em dois sentidos, desde logo no seu interior e na comunidade onde estão inseridos, criando condições de fácil acesso à cultura, ao desporto e ao lazer.

A forma mais fácil para acabar com esta democracia cultural é acabar com os apoios ás estruturas que voluntariamente e benevolamente trabalham em prol da comunidade, mas igualmente a mais tenebrosa e injustificada.

Para terminar, muito brevemente, o presente e o futuro:

Com a globalização e com a política neo-liberal que está a ser seguida cada vez mais acentuadamente e que leva a “menos Estado, melhor Estado”, com o consequente abandono das áreas sócio-culturais, a designada “sociedade civil”, da qual faz parte o associativismo, terá uma forte palavra a dizer.
Neste contexto, facilmente se compreende que ainda é nas associações que:
- Se pode exprimir a solidariedade;
- Se podem experimentar novas respostas, sendo importante factor de transformação e inovação social;
- Se pode elaborar e concretizar um projecto comum, de carácter colectivo e de raiz social;
- O trabalho voluntário e benévolo é estruturante da economia social;
- Se assume o exercício da democracia, conduzindo a uma efectiva cidadania;
- Se exprime a definição de identidade local e expressão cultural.

Tenho muitas dúvidas pelo que me vou apercebendo nas estruturas que conheço e visito no concelho que as associações da mais variada indole serão um dos Pilares do Beja Capital.

Agora sim no Post Correcto!! :)
De h - V&P a 21 de Fevereiro de 2010 às 17:23
Marcio, se gosta de me ler, veja o texto todo! Porque só uma frase, pode dar más interpretações, não é?


Durante anos a cidade viveu sem espaços dignos para a realização de eventos culturais: do ponto de vista arquitectónico a casa que chamam de Cultura foi sobrevivendo sem oferecer as menores condições de dignidade e, por uma década, o esforçado Capricho era o único local para os desalentados cinéfilos matarem o vício de assistir a um filme na tela.

Durante anos somaram-se erradas politicas culturais, repartindo-se culpas entre a governação nacional e regional, uma caricatura de educação, avultados subsídios distribuídos sempre pelos mesmos, para fazerem sempre a mesmíssima coisa, quase sempre sem o menor respeito pelo público, esses ingratos que nunca souberem apreciar a arte, arte da verdadeira, só compreendida pelos verdadeiros artistas!

Mas serão estas as razoes responsáveis para o queixume da falta de espectáculos no concelho e cidade de Beja?

Entendo que provavelmente não! O principal responsável das debilidades na nossa oferta cultural é o bejense, excelso na arte da crítica, sublime dono do comando à distância, excepcional na arte de ficar com o traseiro refastelado no sofá!

O Pax-Julia celebrou recentemente o seu terceiro aniversário da nova era, sendo que, desde esse momento, Beja voltou a ter uma sala de espectáculos digna do que acontece em qualquer cidade que não se envergonha de ser capital. Com reparos e frontalmente assumi as minhas divergências, não custa reconhecer que existe um esforço para existir uma oferta diversificada, desde o cinema ao teatro, da dança à musica um ou outro colóquio e mesmo algumas exposições. Nem sempre da melhor qualidade é certo, mas, é igualmente certo, que mesmo espectáculos de inegável valor esbarraram na crua indiferença do público, audaz no queixume mas alheio a tudo o mais que o afasta do seu sofá e lhe é indiferente ao umbigo do consumismo.

Quando muitos reclamam mais cultura, frequentar espaços vazios, faz-me crer que Beja tem muito mais cultura que a cidade merece. E se sentimos necessidade de procurar culpados, o espelho lá de casa será um bom inicio….
De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2010 às 00:57
O Sr h-V&P pelos vistos toma mais viagra do que prozac, pois anda tão excitado, que vive num estado de falta de lucidez que já assume posturas hilariantes. Em primeiro lugar, não sabe distinguir o que é arquitectura de um edifício do seu eventual mau estado de conservação, em segundo lugar, e não admira não saber porque na altura ainda usava fraldas, a Casa da Cultura foi uma instalação cedida à Câmara pelo o Instituto da Juventude, que a entregou sem fazer as obras de conservação. O Sr. anda a leste do paraíso ou então é ignorante porque em Portugal não há administração regional, o que há sim são órgãos desconcentrados da Administração Central. Se alguém faz caricaturas tenho a dizer-lhe que o Sr. é que fluentemente as faz, porque afirma e diz coisas que são autênticas anedotas. Esses ingratos que nunca souberam apreciar a arte sabem mais de arte do que o Sr. alguma vez saberá, pois o Sr. faz frequentemente afirmações superficiais, desprovidas de raciocínios minimamente reflexivos sob o que quer que seja. Mais, politicamente o Sr. é inconsequente, basta analisar a afirmação de que a debilidade da oferta reside no bejense, como se se tratasse de uma ave rara, sendo uma excepção à regra nacional. Lembro que segundo estatísticas europeias os portugueses são de facto os que consomem mais televisão. E que televisão... profundamente estupidificada. Se vissem menos, provavelmente já teriam tido outra atitude com a corja que nos governa. Mas, o Sr. também é contraditório no texto que apresenta, pois refere e insinua uma má política cultural por parte da Câmara e afirma no final do texto de que Beja tem mais cultura do que merece. Esta só pode ser uma afirmação gratuita, pois caso contrário está a defender uma política obscurantista.
De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2010 às 00:00
ui ui o pospalho arrogante ficou incomodado. querme paresser que nos próximos 4 anos vai ter que engolir muito do que diçe e escreveo.
De MC a 23 de Fevereiro de 2010 às 00:12
E aprender a escrever? Antes de ofender os outros devia olhar primeiro para sim! Pessoas como o senhor/a são uma vergonha!
De MC a 23 de Fevereiro de 2010 às 00:14
E aprender a escrever? Antes de ofender os outros devia olhar primeiro para si! (Com tanto erro ortográfico até me pegou a burrice...) Pessoas como o senhor/a são uma vergonha!
De H a 22 de Fevereiro de 2010 às 12:09
@anónimos - quando tiverem coragem para dar a cara pelas vossas opiniões, pondero debater o tema! Até lá deixo-os divertirem-se com os vossos "insultozecos": é o vosso estilo e são conhecidos os resultados...
De Abecedário a 22 de Fevereiro de 2010 às 21:07
H, porque precisam vocês ver o rosto das pessoas para debaterem os temas?
Causa-vos insegurança não terem quaisquer referências?
Os temas estão na mesa, discutam-nos sem medo, com argumentos inteligentes, deixem-se dessas merdas de argumentos estupidos tipo " mostra a cara meu cobarde", porque isso é apanágio de gente pouco inteligente, sem argumentos nem ideias, vá lá H, não desiludas os fãs, com anónimos ou sem anónimos mostra o que vales e responde, sem este tipo de subterfugios.
De H a 23 de Fevereiro de 2010 às 10:26
@abc - Debato com toda a gente, anónimos ou não! Faço-o há anos no meu blogue, sem complexos. Mas quando se tenta atacar o carácter de alguém, um minimo de dignidade exige que quem ataca, tenha a coragem de dar a cara! Discorda?
Sobre o resto... boas ou más, ponderadas ou não, penso que concordará que nunca me escusei a propor e debater ideias!
Cumprimentos
De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2010 às 13:14
Isso é treta ó h, não tens é coragem para comentar o tema pois tinhas que dizer mal dos teus amiguinhos.
Essa da coragem dos anónimó só serve para alguns temas não é?
De LP a 24 de Fevereiro de 2010 às 19:55
"Animatu regressa em 2011 - Câmara Municipal reitera apoio à edição do Animatu

A propósito do anúncio do cancelamento do Animatu deste ano, a Câmara Municipal de Beja já se tinha comprometido a manter o mesmo apoio concedido nos anos anteriores e em reequacionar os apoios a conceder em 2011.

A Câmara Municipal de Beja anuncia que o Animatu, Festival Internacional de Cinema de Animação Digital, suspenso em 2010, regressará em 2011.

Tal como anunciado pela organização do Festival, esta optou por suspender a sua realização em 2010 devido ao “parco orçamento disponível ao longo dos anos, sempre insuficiente para a realização de um evento desta natureza” e que “levou a uma ruptura financeira que torna inviável continuar a sua realização sem comprometer a qualidade já atingida por este festival.”

A Câmara Municipal de Beja que, apesar de se debater com os conhecidos graves problemas financeiros, tinha-se comprometido e disponibilizado para manter o mesmo apoio concedido nos anos anteriores e em reequacionar os apoios a conceder em 2011, de modo a poder conferir ao evento uma maior sustentabilidade e aumentar a sua projecção.

No entanto, perante os problemas financeiros com que a organização do Festival se debate, decorrentes nomeadamente da falta de apoios ao longo dos anos anteriores e das dívidas que tem por parte de patrocinadores e apoiantes, nomeadamente do Município, entendeu que não tinha condições para a realização do evento em 2010, tendo-se comprometido a trabalhar em conjunto com a autarquia tendo em vista o regresso em grande do Animatu já no próximo ano."

in http://bit.ly/bJ7CVR

Sim, é pena que o evento não se possa realizar este ano, mas pelo que parece o problema não é apenas da parte da CMB!

Basta ler o comunicado oficial!

TUDO DITO!

Comentar post

»Contacto

bejahoje@sapo.pt

»mais sobre mim

»pesquisar

»Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

»posts recentes

» Regresso para breve, ou t...

» A Piscina de Beja

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Coisas que se resolveram*...

» Enxurrada em Beja...

» Beja Capital das contas c...

» Porque o dia 5 de Junho e...

»arquivos

» Agosto 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

blogs SAPO

»subscrever feeds